New Defender!

Divulgação 27/9/2008

Essa divulgação do blog do Fortaleza Land Clube – FLC tem como foco um resumo das observações de dois felizes proprietários da New Defender, que entrou no mercado desde o final de 2007 e chegou ao Brasil em meados de março deste ano.

As impressões e discussões sobre a New Defender movimentaram por algum tempo a lista de discussão da LROA e as impressões abaixo refletem a opinião desses proprietários sobre mais um possível ícone da indústria automobilística mundial.

Magnus Delgado que faz um relato bastante pormenorizado da sua experiência é sócio do Natal Land Club – NLC.

1o. relato 

Faz um bom tempo que estou na coruja só lendo … Mas em função da minha alegria com a New Defender 110 que eu comprei faz uns 2 meses vou fazer aqui também o meu relato:
Vendi minha última 110 há 1 ano atrás e fiquei esperando a oportunidade ($$$$$$$$) para adquirir a New Defender.

Não me arrependi em nada … Ela é fantástica … Em todos os sentidos … Ainda não fiz trilha para falar a respeito…
… Mas a dirigibilidade e o silêncio me agradaram muito … A sexta marcha é muito forte a partir de 80 km/h … Quase nunca reduzo para quinta para fazer ultrapassagens.
Qto ao carpete eu também não gosto muito mas … O acelerador eletrônico já me deu alguns sustos … Tirar o pé do acelerador e sentir o atraso me dá frio na espinha.
A placa traseira ficou horrível mas dei um jeito nela contando as extremidades … Pode ser que eu venha ter alguma dificuldade com as "autoridades" mas ficou muito bom não vê-la mais no
retrovisor.
Qto a turma LROA deixo um grande abraço a todos. Paulinho Pires, Defender 110 07/07 – Calvin

 

2o. relato
Até agora rodei 1.000 km apenas. Fiz duas trilhas, uma em serra com muita chuva, outra em área de dunas com vegetação, muita areia e lagoas.
O motor do carro é um sonho, só tenho uma palavra para descrever a sensação de "tocar" o new defender: TESÃO. A 110 km por hora, na quinta, o carro parece que está tirando uma "soneca", aí vc passa a sexta e ele dorme de vez, mas lhe leva na maior tranqüilidade. O
giro vai lá prá baixo, mas caso vc precise ultrapassar não precisa de enfiar uma quinta de volta não, basta apertar o pé que ele acorda e vai ligeirinho até 140 (no odômetro) ou mais precisamente 132 km/h, para o qual é limitado pela centralina. Os engates são precisos, as
marchas são justas, "arrochadas", como se diz por aqui. O motor é silencioso e tem mais torque do que o do Troller 3.0, para que vcs tenham uma idéia. Prá quem gosta mais de expedições, viagens longas, o carro é simplesmente FANTÁSTICO, pois acabou de vez aquela
sensação de sufocamento que toda TDi tem quando a gente está na quinta, a 100, 110, e ela se esgoela toda pedindo uma sexta, por causa da relação de transmissão. A primeira do new Defender é curtíssima. Se reduzir então, parece um trator de esteira. O TC (traction control) todo mundo conhece, é covardia pura…
Subi um barranco debaixo de chuva, com pedras prá lá de escorregadias, apenas "contando cilindro", quando os demais carros tinham de dar força total e usavam pneus super especiais. Chega até a não ter graça…
O ABS em trilhas é terrível, prá mim simplesmente não dá, teria de desligar ou então demorar muito prá me acostumar. A sensação de que vc não está "vestindo" o carro é um suplício.
Outra coisa que não gostei, desde que possuí Disco II TD5, é o tal do acelerador eletrônico, ou "fly by wire": Sei que é falta de costume mesmo, mas também sinto que não visto o carro com
esse tipo de acelerador. A resposta não é imediata, a sensação é de que vc não é o "dominador" da situação, coisa estranha. Não gostei.
O carro pula muito, é muuuuuito desconfortável em relação à 110.
Parece um cabrito. Muita gente me avisou de que eu iria estranhar a relação entre-eixos mais curta. Andei em várias 90tinhas, mas acho que, ofuscado pela vontade de possuir uma, e sabendo da sua agilidade maior nas trilhas, não percebi esse detalhe. Resultado: não me
acostumei, logo eu que raramente paro nas lombadas, pois as molas heavy duty de 130 da minha 110, já amaciadas pelo tempo, me permitem esse "luxo"… Pois bem, a 110 está para um landau como a 90tinha está para um samurai.
O sistema dos bancos traseiros é sensacional e confortável até para adultos. Problema é que não reclina.
O carro vem com CARPETE. Já pensou ? E se eu derramar um caldo de cabeça-de-bode passando por um buraco mais íngreme ? Ou um ensopado de pata de carangueijo ao pular numa duna ? Ou a mamadeira da minha filhinha vazar ? Imaginem o odor no dia seguinte… O
carpete tem que ser todo retirado.
O painel é lindo, lembra as disco. Nem parece jeep. Mas é !!!
Ponto negativo para o limitador de giro. Tem horas, na trilha pesada, que vc tem que "esgoelar" o motor do carro, nem que seja por alguns instantes. O sistema eletrônico de proteção do motor não permite isso, no new defender. Pode ser alterado via reprogramação, mas o proprietário perde a garantia, que é de 3 anos.
No mais, é um defender típico, com todos aqueles "detalhes tão pequenos de nós dois, coisas muito grandes prá esquecer, que em toda trilha vão estar presentes, você vai ver…"
É carro de gente doida, e como de doido o mundo ta cheio, não adianta dizer que é caro, que é isso, que é aquilo, que é um absurdo pois custa mais do que um sorento, p. ex. (outro carro sensacional, diga-se de passagem, já possuí três) e quase o preço de uma Disco etc. Comprei a minha na Land Rio, numa promoção especial pois o ar cond. não é de fábrica e o ano de fabricação é 2007. Era um lote de dez. Só tem quatro, ou seja, seis doidos já levaram o seu mimo pra casa. Aqui em Natal chegaram apenas três 110 2008 até agora. Duas foram vendidas antes de descer da carreta. Só resta uma. A concessionária não tira um centavo. É 145 mil reais e pronto. Quem não quiser que compre tucson, hilux, sportage, action, troller, o
escambau, que são ótimos carros e muito mais baratos. Mas o fato é que somente o defender faz juntar marmanjo na porta da concessionária prá babar olhando pro carro. Parecendo cachorro diante daquelas máquinas de assar galeto…
Aqui em Natal tem uma grande churrascaria, chamada "Sal e Brasa", na principal avenida da cidade, a Roberto Freire, que leva à praia de Ponta Negra. Na porta da churrascaria a Land Norte colocou, durante uma semana, uma Disco 3 zero-bala para exposição. Na semana  seguinte colocou um New Defender. Nem me perguntem qual dos dois carros fez mais sucesso e foi mais fotogradado, rsrsrsrsrs.
Em recife temos 5 new defenders rodando, sem qualquer problema.
Eu penso que o new defender vai se tornar uma jóia rara tanto quanto o defender 300 ou 200. Por razões diferentes, é verdade, mas serão, em breve, jóias raras. O mais novo vai ser o ícone da modernidade eletrônica com o qual se pode ainda desbravar novos caminhos. O mais antigo vai ser aquele "último moicano" que usa apenas faca, mas que se vira em qualquer lugar, por mais remoto ou inóspito que seja, apenas com um pedaço de arame e um rolo de fita
silver tape.
Bom, é essa diversidade que faz o mundo tão gostoso.
Eu já me decidi: vou fazer parte destes dois mundos.
Assim que puder vou contrair matrimônio com um carnet de financiamento bem longo e adquirir um new defender 110. Mas o meu 110 300 tdi eu não pretendo mais vender, foi trabalho demais prá "terminar ele em casa", como diz o Clemente.
Mas enquanto este $onho não se realiza preciso vender meu 90tinha, antes que o banco bata à porta.
Um ótimo fds a todos.
Magnus Delgado, Natal-RN

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s