Trilha Noturna, relato!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Prezados Landrovianos,

Abaixo um resumo do que foi a nossa I Trilha Noturna, na noite de Lua Cheia do dia 13 de agosto de 2011.

Os Landrovianos Julio/Virginia Campos e Rocino Marinho juntamente com seus irmãos, os escudeiros Leonardo e Thiago, partiram do ponto de encontro Posto de Gasolina SP, praia do Icaraí no dia 13 de agosto, Sábado, às 15h30min para realização da maravilhosa Trilha Noturna, com destino a praia de Flecheiras.

Como a Trilha já tinha sido reconhecida e gravada, meado de junho foi mais fácil e prático seguir as informações do GPS, sendo que nossa única preocupação foi observar se o movimento da formação das Dunas comprometeria a realização da mesma no formato da gravação.

Com o entardecer simplesmente deslumbrante, acreditamos que tudo aquilo já previa a linda noite que estava por se formar, iniciamos nosso percurso nas dunas da Tabuba, fizemos uma pontinha nas dunas do Cumbuco e nos esbaldamos nas do Pecém, com o Sol nos contemplando e sinalizando que ainda tinha muitos desafios pela frente.

 Chegamos à Taíba pela a praia, e estávamos monitorando as oscilações da maré que tinha iniciado seu processo de descida as 16h39min, quando iniciamos novas brincadeiras, desta vez em direção ao lagamar logo após a Taíba, dando acesso a Paracuru, onde foi possível fazer com que nossas viaturas subissem e descessem pequenas dunas as quais só apareciam no GPS porque já era noite.

 Terminada as brincadeiras, observamos que não seria possível transpor o lagamar o qual é bem complicado e fizemos opção pelo plano B o qual também já estava gravado no GPS e seguimos para Paracuru pela praia que estava cada vez mais iluminada, chegando em Lagoinha pela estrada carrossal, ainda fizemos a trilha e as dunas que dão acesso a lagoa das Almécegas e em seguida nossas viaturas apontaram suas proas para Flecheiras pela praia, quando antes de chegar e já exaustos de tantas peripécias no trajeto, perguntei, pelo rádio, ao Rocino e seus escudeiros, os irmãos Leonardo e Thiago:  “Vocês ainda querem mais umas Duninhas para chegarmos em Flecheiras pela porta dos fundos?”

E todos em coro concordaram, foi quando iniciamos o trajeto, também estava gravado no GPS. Embora os ventos tenham alterado a posição de algumas dunas, foi o ponto forte da Trilha porque, com aquela Lua de portas abertas e aquelas dunas praticamente virgens nossa preocupação foi apenas não sair da crista da Trilha; quando já estávamos visualizando toda a iluminação de Flecheiras observamos que a 90tinha do Rocino resolveu dar Showzinho não querendo subir uma determinada duna, foi quando o nosso querido e destemido Rocino exigiu o máximo dela, moendo a correia do motor e parcialmente a embreagem…

Como já estávamos quase na Pousada, deixamos a 90tinha no meio do deserto de dunas, marcamos Way Point no GPS.

Chegamos na pousada as 22h45min, sendo que o Marden e Adriana que fizeram opção de ir pelo o asfalto já estavam lá.

No domingo, Rocino conseguiu trocar a correia e ainda adiantou uma boa parte do que faltava e quando a embreagem foi de fato para o espaço, rebocamos ele com a ajuda do seu ilustre pai, Odorico, e seu cunhado Paulo Augusto; logo em seguida a mesma seguiu via reboque para a oficina do Paulinho, Litoral Off Road, e temos certeza que a Bólida será bem cuidada e restaurada naquilo que for necessário.

Aproveitamos o dia para o tradicional churrasco Landroviano em companhia de Marden e  Adriana.

Na 2ª. Feira, 15 de agosto, acompanhando a oscilação da maré, quando ela apresentava seu ponto mais baixo, saímos em direção a Fortaleza pela praia e viemos até a Taíba acompanhados pelo casal Marden e Adriana, com almoço no restaurante  Saravah Lu Morena  com direito a Moqueca de Camarão e Polvo.

Após o almoço, 15h30min, já estávamos tão acostumados a rodar pela a praia e dunas que insistimos em vir pela  praia até Cumbuco, mas aí seria de mais, o trecho da Taíba está cada vez mais estreito e achamos melhor vir pelo asfalto até Fortaleza, chegando em casa as 18h.   

Anexas algumas fotos.

Agradecemos a todos que tornaram possível realizar esta linda Trilha!

Abraço a todos!

Júlio / Virginia.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Trilha Noturna, relato!

  1. Júlio Campos disse:

    Valeu George!
    Abraço!
    Júlio.

Deixe uma resposta para Júlio Campos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s